Goiânia, 15/07/2019

Reinaugurada a Delegacia Especializada da Pessoa Com Deficiência de Goiânia

146
vizualizações

Goiás é um dos quatro estados brasileiros que contam com unidade de atendimento especializado

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds-GO) participou da solenidade de reinauguração da Delegacia Especializada no Atendimento à Pessoa Com Deficiência (DPCD) de Goiânia nesta quinta-feira (16). Unidade da Polícia Civil, a DPCD funciona no mesmo prédio da Delegacia Especializada no Atendimento à Pessoa Idosa, no Setor Universitário, região leste da capital goiana.

O evento foi prestigiado pela primeira-dama Gracinha Caiado, representando o governador Ronaldo Caiado, e pelo secretário Marcos Cabral, titular da Seds-GO, além de representantes da cúpula da Polícia Civil de Goiás (PCGO), de entidades da causa PCD, do Judiciário, Ministério Público, da Assembleia Legislativa e de poderes públicos da capital.

Em sua fala, o delegado geral da PCGO, Odair José, asseverou a importância da primeira unidade do gênero no Estado e do propósito de levar esse atendimento a outras cidades. “Somos o quarto estado do Brasil a ter uma unidade como essa, preparada para atender a esse público da melhor forma possível. É um primeiro passo, esperamos inaugurar em breve unidades como essa em outras cidades do nosso estado”, disse o delegado. Os outros estados que já contam com esse tipo de delegacia são Minas Gerais, São Paulo e o Distrito Federal.

A delegada titular da nova unidade, Ana Lívia, elogiou a parceria entre os órgãos estaduais (PC e Seds) e falou do foco no atendimento ao público. Para inaugurar a unidade, a Seds patrocinou a reforma do espaço e cedeu servidores para completar o quadro da delegacia, tais como psicólogos e assistentes sociais.

“Nós priorizaremos as investigações de crimes tipificados no Estatuto da Pessoa Com Deficiência, em especial os crimes de discriminação em razão da condição dessas pessoas, utilização indevida de cartões de benefícios que a pessoa receba e o crime de abandono em hospitais e abrigos”, explicou a titular da nova delegacia.

Atendimento social

Em seu pronunciamento, a primeira-dama Gracinha Caiado elogiou o projeto da delegacia por envolver também o atendimento social, além do policial. “Quando as pessoas chegam aqui, elas precisam muito mais do que uma atenção jurídica, elas precisam de colo, de atenção, de um apoio além da questão policial, e fico feliz que vocês tenham pensado nisso”, afirmou a primeira-dama.

Já o secretário Marcos Cabral enfatizou a inclusão como instrumento de ampliação de políticas públicas, simbolizada no atendimento especializado à pessoa com deficiência. “Carência social não é apenas uma transferência de renda, um cartão do Bolsa Família, mas ela está também naqueles que por motivos diversos são excluídos do amparo do poder público”, sublinhou Cabral.

 

Assessoria de Imprensa / Seds

16/05/2019

PROCURE O QUE VOCÊ PRECISA